sábado, 4 de novembro de 2006

(in)Cultura visual


Pelas mais diversas razões, eu não gosto de logotipos. Quanto mais não seja, porque são uma das maiores fontes de poluição visual no trabalho do designer gráfico (é o feitiço contra o feiticeiro).
Recentemente passei a receber no meu email a newsletter do Bloco de Esquerda (pelo mesmo motivo que recebo a da Sociedade Protectora dos Animais e a da Galeria Zé dos Bois: sabe Deus porquê). Raramente a leio porque só de olhar para o logotipo no cabeçalho fico irritado. Tal como a suástica (que era um símbolo simpático na origem) nunca mais se vai conseguir limpar das conotações nazis, eu não consigo olhar para o símbolo do Bloco de Esquerda sem me lembrar de iogurtes e de gente burra.

3 comentários:

intruso disse...

é terrível, tens razão.
(e muito "desligado" do que supostamente é o bloco...)

No Logo disse...

Como critica parece-me supreficial, embora gostos não se discutam. É como se arrumasse o teu livro no canto da prateleira porque não gosto da côr da capa. Os conteúdos Daniel, os conteúdos são o que vale, ou não vale a pena.

Daniel J. Skråmestø disse...

Não era uma crítica, era um comentário pessoal. Até porque são 3 logotipos sem conteúdo, logo não há grande coisa para criticar para além disso.