segunda-feira, 25 de junho de 2007

ainda sobre Madrid

4 dias de mimo (que eu merecia).

Concerto do Rufus Wainwright - O album novo não me anima especialmente mas o homem está cada vez melhor ao vivo. Final transvestido e translumbrante. (As t-shirts da tourné eram bem giras, mas 25 euros?! O bilhete do concerto custava 20! porque raio tem de ser o recuerdo mais caro que a coisa em si? Ainda se fosse uma colcha ou um atoalhado...)

Cafés Starbucks - muito gosto eu dos frappucinos e dos moccas de chocolate branco. Ainda bem que não existem em Portugal!

Peça da autoria do amigo - ver post anterior

Paella da autoria do amigo - e eu nem gosto de lulas!... Mas calei-me, comi e gostei.

Museu do Prado - Viva a entrada grátis aos domingos. Uma rapidinha para (re)ver Ribera, Goya e Bosch (ou el bosco, para os monoliticos espanhóis que só sabem pôr plaquinhas e textos em castelhano)

Fnac - onde descobri as novas edições super-design de luxo da penguin que vêm dentro de umas caixinhas de acrílico que é para não se tocar na obra de arte. Babei-me todo com a edição de Crime e Castigo em papel kraft.

Esplanadas de sitios xungas - onde me roubaram 6 euros por uma coca-cola e uma água quando o que eu queria era só uma desculpa para usar a casa de banho e descansar as cruzes.

Chueca pride - Onde se atravessa a rua assim:


E um dos meus quadros encontrou um novo lar. Está bem entregue. Adios mi niño!

1 comentário:

dapster disse...

fnac, ou como eles dizem: "vamos a 'éfnac'" :P