domingo, 16 de novembro de 2008

Depois quero ver o filme, pode ser?


do jornal Público de 14.11.2008
"O leilão de parte importante do espólio de Fernando Pessoa que decorreu ontem à noite em Lisboa terminou com as duas principais peças, a arca do poeta e o Dossier Crowley, arrematados pelo preço base de licitação de 50 mil euros. (...) A arca de Pessoa acabaria por ser vendida a um particular que estava na sala mas que não se quis identificar. Disse apenas que a ia oferecer ao pai, um grande coleccionador de Pessoa que vive no Norte do país. Já o Dossier Crowley foi vendido ao telefone a um desconhecido."

"ao telefone a um desconhecido". Isto é tão Dan Brown, tão Indiana Jones, tão Tomb Raider... :-D

Entretanto a parte mais gira desta história:
"A abertura do leilão ficou marcada por um incidente com a Câmara Municipal de Lisboa (CML), que apresentou uma providência cautelar relativa a 25 lotes mas que acabou por ser suspensa por carecer de decisão judicial."

"Carecer de decisão judicial" significa que faltava um carimbo do tribunal (ahah!).

Querem uma aposta em como o governo consegue recuperar o espólio todo menos o dossier? Cabalas - I want to believe (for my own personal entertainment)
PS: Afinal a Biblioteca Nacional ficou com o Dossier Crowley. Pronto, arquivado.

1 comentário:

Victor Afonso disse...

De facto isto é só cabalas!