domingo, 5 de outubro de 2008

à venda dia 13 de Outubro


Sobre a música, posso dizer que os rapazes têm boas idéias musicais, sabem construir uma canção e por vezes saem-se com uns refrões certeiros. Há um ano que ouço este disco e ainda não me cansou.
É pena que só saia agora, um ano depois de ter sido gravado. Os gajos da caravana cresceram musicalmente desde então e o disco quase merecia ser gravado outra vez (quem os vir/ouvir ao vivo pode constatar isso). É o primeiro testemunho de uma banda que não só promete como já cumpre: eu (o previligiado) já ouvi vários temas do que virá a ser o segundo album e não tenho dúvidas que será ainda melhor.
Por enquanto, dou-lhe um 3 em 5, a puxar para o 4.

Sobre a capa, posso dizer que foi dos trabalhos que mais gozo me deu a fazer, e acho que se nota. Pena que tenha havido restrições de orçamento e o CD tenha de sair no formato normal de caixa plástica em vez do livrinho que eu tinha preparado originalmente. Enfim, fica para a próxima.

Veredicto final: vale bem o dinheiro que custa. Comprai, piratas sovinas!

4 comentários:

Anónimo disse...

Petição "SIM à liberdade e à igualdade no dia 10 de Outubro"

Peço que assinem e divulguem a seguinte petição:
http://www.peticao.com.pt/liberdade-e-igualdade

As razões são evidentes.

Desde já obrigado.

Com os melhores cumprimentos,
Tiago Gomes

seven disse...

"LER PARA CONHECER" é o titulo de um novo conto. Obrigado por não seres anafalbeto e o ires visitar.

Nuno Velho disse...

Olá, boa noite.
Há um tempo já que gostaria de lhe ter escrito. Gosto do blog. Ternura? Amor pela vida? Desassobro na assunção da identidade? Acho que tudo isso e talvez mais. Tem algum endereço para onde eu possa escrever? Lembro-me, em particular, do seu relato de um homem cujo filho se suicidou por aquele ter decidido assumir-se como gay. Mas, para já, o que quero transmitir é que assisti ontem, Domingo, ao final da tarde, à apresentação do disco dos The Guys from the Caravan. Gostei, e bastante. E o espectáculo faz suspeitar que tem razão: eles parecem ter evoluído desde a gravação. Gostei. Só não percebo porque cantam em inglês. E muitos parabéns a si pelas ilustrações.
NV

Daniel J. Skråmestø disse...

obrigado pelas palavras simapticas, Nuno.
o meu email é
danieljskramesto@yahoo.no