sábado, 27 de setembro de 2008

Lágrimas no Champanhe - já à venda



Esta semana, as livrarias norueguesas foram bombardeadas com o primeiro (delicioso) romance do verdadeiro Skråmestø. Deixo aqui o texto da contracapa, numa pálida tradução:

Morten é o novo jornalista de celebridades no Dagsposten, um dos maiores jornais da Noruega. Com a ajuda de algumas taças de Moët & Chandon, consegue que o conhecido (e giríssimo) actor Kjell Anders Madsen, saia do armário nas colunas do jornal.

Este furo jornalistico acaba por ter consequências sobre as quais Morten não tem controle e isto prepara o palco para um drama colorido por outras personagens. Como o fotógrafo do Dagsposten, e dádiva de Deus para tudo o que respira, Andreas da Silva; ou a irritante e rival colega de Morten, Celine; ou Jenny, a lider visonária do departamento de celebridades do jornal; ou o estupendamente glamoroso casal gay Jean e Gunnar que moram no estupendamente glamoroso andar no cimo do prédio do bairro de Hammersborg para onde Morten acabou se de mudar; ou, não menos importante, Laila (baptizado Mikkel), cabeleireiro e menina-da-lapónia/transformista de coração grande e inclinações shamanisticas.

"Lágrimas no Champanhe" está recheado de olhares lânguidos, mamilos erectos, tratamentos de pele, comida gourmet, canções da lapónia, fungos, salmos religiosos, preces, fogo, morte súbita e outros (quase) indescritíveis horrores. E ainda, champanhe aos baldes.